terça-feira, 15 de julho de 2014

Próxima resenha: Ele está de volta by Timur Vermes

Sinopse: Berlim, 2011. Adolf Hitler acorda num terreno baldio. Vivo. As coisas mudaram: não há mais Eva Braun, nem partido nazista, nem guerra. Hitler mal pode identificar sua amada pátria, infestada de imigrantes e governada por uma mulher. As pessoas, claro, o reconhecem — como um imitador talentoso que se recusa a sair do personagem. Até que o impensável acontece: o discurso de Hitler torna-se um viral, um campeão de audiência no YouTube, ele ganha o próprio programa de televisão e todos querem ouvi-lo. Tudo isso enquanto tenta convencer as pessoas de que sim, ele é realmente quem diz ser, e, sim, ele quer mesmo dizer o que está dizendo. Ele está de volta é uma sátira mordaz sobre a sociedade contemporânea governada pela mídia. Uma história bizarramente inteligente, bizarramente engraçada e bizarramente plausível contada pela perspectiva de um personagem repulsivo, carismático e até mesmo ridículo, mas indiscutivelmente marcante.



E se...
Hitler acordasse em um terreno baldio? Com seu tradicional uniforme e bigode, mal pode reconhecer Berlim, a guerra acabou, não havia bombas, nem aeronaves de guerra, o céu estava azul e havia imigrantes turcos por toda parte, realmente, muitos turcos. Não havia partido nazista, ele era apenas um louco, um artista brilhantemente dedicado que se recusava a sair do personagem. Tudo indicava que ele realmente estava morto, mas, se aquilo era uma segunda chance, porque, em meio de tantos grandes homens, porque ele? (.. resenha até sexta HEHE...)


          XOXO - Carol