terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Desafio Litera de Férias: Reiniciados by Teri Terry




Hoje vou fazer a resenha de Reiniciados como meu segundo livro do desafio.
 Bom, eu nunca tinha ouvido falar desse livro antes, eu o descobri quando fui numa livraria. Primeiramente eu tinha gostado da capa (porque acho que é impossível não gostar) e quando eu vi a sinopse fiquei me perguntando como eu nunca tinha conhecido esse livro antes, foi tipo que um amor a primeira vista haha. Ele faz parte de uma trilogia de ficção-cientifica. Por enquanto eu só li o primeiro, mas quero muito ler os outros dois também, e é bem provável que eu vou fazer resenha deles quando eu ler.



 Sinopse: As lembranças de Kyla foram apagadas, sua personalidade foi varrida e suas memórias estão perdidas para sempre. Ela foi reiniciada. Kyla pode ter sido uma criminosa e está ganhando uma segunda chance, só que agora ela terá que obedecer as regras. Mas ecos do passado sussurram em sua mente. Alguém está mentindo para ela, e nada é o que parece ser. Em quem Kyla poderá confiar em sua busca pela verdade? (skoob)

 O livro conta a história de Kyla, uma jovem Reiniciada, isto é, que teve sua memória apagada. Uma de suas maiores paixões é desenhar, o que ela faz muito bem. Como ela é uma Reiniciada, ela também ganha uma nova família depois que for embora do hospital, onde fica até estar preparada para sair.
 Cada Reiniciado contém um Nivo, que é um aparelho que "mede" a emoção dessas pessoas. Por exemplo, quando um Reiniciado sente raiva, a medida de seu Nivo vai cair muito fazendo com que ele passe mal e dependendo de quanto for essa raiva, ele pode até mesmo morrer. Isso serve para que eles sempre fiquem felizes, para ão voltarem a ser com eram antes: rebeldes. Ou seja, para conseguir um nível bom, é preciso ficar feliz e calmo, e se estabilizar o mais rápido possível. Kyla, no caso, se acalma quando come chocolate, fica perto de seu gato, desenha ou quando está correndo.
 O problema é que, quando Kyla fica com raiva seus níveis sobem e se mantem bons, mas quando ela fica ansiosa ou angustiada, seus níveis caem muito. Outro fato muito estranho, é que Kyla tem algumas memórias e alguns flashbacks de seu passado, principalmente durante seus sonhos, o que faz seus níveis ficarem muito baixos.
 No decorrer da história, muitas coisas estranhas e suspeitas acontecem, como por exemplo quando uma aluna da mesma sala que ela é levada pelos Lordeiros, e logo depois, a mesma coisa acontece com seu professor de artes.
 Normalmente, uma pessoa só é reiniciada quando ela fez algo ruim em seu passado contra o governo. Isso foi uma nova técnica criada por uma médica, a doutora Lysander, para ao invés de matar esses jovens rebeldes, eles terem suas memórias totalmente apagadas, para ter um novo começo, seria como uma segunda chance.
  Porém, Kyla descobre que existem pessoas que não fizeram algo ruim em seu passado, mas elas foram pegas, tiradas de suas famílias e foram reiniciadas. E também existem pessoas que estão contra os Lordeiros, e que tentam achar essas crianças "desaparecidas". Esse grupo de pessoas também tem tentado retirar o Nivo dos Reiniciados, o que na maioria dos casos, não deu muito certo.
 Ela conhece Ben, outro Reiniciado que estava em um grupo para ajudar essas pessoas a se "acostumarem" com sua nova vida. Os dois acabam se apaixonando, mas os Reiniciados não devem namorar, porque isso pode afetar seu Nivo. Mas é claro, eles ficam juntos, só que escondido.
 Acho que vou parar por aqui mesmo, porque se eu falar mais, vai ser spoiler então não vou fazer isso hehe. O livro pode parecer meio confuso, mas é só durante começo dele que você talvez fique um pouco perdido. Eu realmente achei MUITO boa a história, e recomendo para quem gosta de ficção. 






XOXO-Gabriela