quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

Desafio Litera de Férias: O Fantasma da Ópera by Gaston Leroux




Bom agora está um pouco tarde mas mesmo assim vou postar a resenha para vocês (obs. Obrigada Carol por lembrar hahaha). Como prometido, vou fazer a resenha de O Fantasma da Ópera.
 Eu decidi fazer a resenha desse livro porque acho que essa seria a primeira resenha feita de um clássico mais antigo, o que achei bem interessante para variar um pouco. Eu espero que gostem, pois acho que as pessoas também deveriam conhecer os clássicos, mesmo não gostando mas pelo menos ter um conhecimento da história.



Sinopse: Que aterrorizante segredo esconde-se nos subterrâneos da Ópera de Paris? Que mistério atormenta um dos mais majestosos palácios dedicados à arte na capital francesa? Uma das histórias de terror e amor mais famosas do século XX, O fantasma da Ópera combina romance e suspense para narrar o triângulo amoroso entre a linda e talentosa cantora lírica Christine Daaé, o frágil e apaixonado visconde Raoul de Chagny e o sinistro e obcecado gênio da música que habita os porões do teatro. Com contornos de relato histórico, a narrativa conduz o leitor pelos labirintos da Ópera e do coração humano, revelando o que há de mais obscuro em ambos. (skoob)



 Eu realmente gostei do livro, não só da história em si mas também o que ela representa em nosso dia a dia, como por exemplo quando julgam alguém apenas pela aparência, que é o principal tema tratado. Esse livro é um daqueles que ou você ama ou você odeia, não tem um meio termo, pelo menos para mim é assim.
 Bom, a história começa falando da lenda de um fantasma que habita um dos principais teatros de Paris, assombrando todos que o incomodassem. Muitos acreditam e muitos não, é uma história sem fim. É tudo fica pior ainda quando um homem é encontrado morto em um dos subsolos, enforcado por uma corda. E nessa mesma época, novos diretores são colocados no teatro.
 Todos ficam aflitos falando que quem cometeu o terrível crime foi o fantasma, porém os diretores nunca acreditaram nessa história e eles queriam provar até o final que tudo isso era apenas uma brincadeira. Durante toda essa confusão, Christine Daaé faz uma incrível apresentação com sua magnífica voz quando substitui Carlotta, que havia ficado doente, o que deixa todos fascinados, inclusive Raoul, um amigo que sempre fora apaixonado por ela desde a infância. Então, Raoul vai até o camarim de Christine para falar e parabenizar pela sua apresentação e também, é claro, para declarar seu amor, mas o que ele não esperava era que Christine estivesse falando com um homem. Quererá se fosse um homem, pois na verdade ela estava falando com o fantasma que desde que a viu, já se apaixonou pela jovem.
 Os diretores não pararam de provar que naquilo tudo não passava de uma farsa, mas isso era para provar mais para eles mesmos do que para os outros. Tudo o que eles faziam não dava tão certo e eles, ainda subestimando o fantasma, chegaram a um ponto que fizeram o fantasma se irritar tanto que em uma das apresentações fez o lustre cair para poder, sem ninguém perceber de imediato, roubar a assustada Christine Daaé.
 Voltando a falar sobre Raoul, que quando descobriu quem era aquele "homem" já não tinha tantas escolhas, pois logo depois sua amada foi levada. Mas ele não iria desistir tão fácil então se juntou ao Pérsa, um conhecido do fantasma, que saberia levá-lo até onde ela estava. Quando finalmente acharam que tinham conseguido, eles perceberam onde estavam: no mesmo lugar onde um homem fora encontrado morto. 
 Fiquei pensando em como terminar a resenha porque na minha opinião, é meio difícil porque se eu contar mais, a maior parte seria spoiler. Mas também acabar com um mistério acho que talvez incentivaria mais as pessoas a lerem então vou deixar assim mesmo haha. Eu também tentei resumir mais porque se não iria ficar muito longa e cansativa. 
 Também existem algumas versões de filmes e também musicais e peças, o que acho bem interessante e tal. Acho que por hoje é só :)



XOXO-Gabriela