sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Resenha: O começo de tudo by Robyn Schneider

  Olá gente!!! Faz um tempinho que não posto nenhuma resenha aqui no blog :( Mas eu estava viajando e tinha também o Desafio de férias, então, cá estou eu.

 Hoje vou falar sobre um livro que há bastante tempo gostaria de resenhar, mas especificamente antes do natal. Li o livro assim que entrei de férias, assim como outros que estão na "fila de resenhas atrasadas" Confiram ai :3





 Sinopse: O garoto de ouro Ezra Faulkner acredita que todo mundo tem uma tragédia esperando ali na esquina – um encontro fatal depois do qual tudo o que realmente importa vai acontecer. Sua tragédia particular esperou até que ele estivesse preparado para perder tudo de uma vez: em uma noite espetacular, um motorista imprudente acabou com a perna de Ezra, com sua carreira no esporte e com sua vida social.



 Depois que perdeu o favoritismo ao posto de rei do baile, Ezra agora almoça na mesa dos losers, onde conhece Cassidy Thorpe. Cassidy é diferente de qualquer pessoa que Ezra tenha encontrado antes – melancólica e com uma inteligência mordaz.


 Juntos, Ezra e Cassidy descobrem flash mobs, tesouros enterrados e um poodle que talvez seja a reencarnação do Grande Gatsby. À medida que Ezra mergulha nos novos estudos, nas novas amizades  e no novo amor, aprende que algumas pessoas, assim como os livros, são difíceis de interpretar. Agora, ele precisa considerar: se uma tragédia já o atingiu, o que poderá acontecer se houver mais infortúnios?



  O começo de tudo não me chamou muita atenção logo de início. Talvez pelo fato de a sinopse ser totalmente mal feita. E a capa, de um ponto mais "filosófico" combinou de certa forma com o livro. Por Robyn ter retratado bem que a vida não é feita somente de finais felizes. O livro em si fala sobre tragédias. 



  Neste livro, vamos entrar na pele de Ezra, um adolescente com um jeito um tanto peculiar, se comparado a sua roda de amigos. Logo Ezra, a estrela da escola, um dos melhores jogadores de tenis até mesmo da cidade. Jogado da mesa dos populares, para o grupo de debate.


  E então vem Cassidy, nova na escola, diferente de tudo que já havia visto. Bom, aquela história típica de livros. Cassidy era inteligente, não era atoa que era do grupo de debate em sua antiga escola. Cassidy era dramática de uma forma que me pareceu um pouco forçado.
  

  Gostei um pouco do livro, apesar de não ter me prendido nem um pouco a história, foi uma leitura leve e rápida. Acho que a autora explorou tanto a personalidade dos personagens que deixou de lado o conteúdo do livro. E do meio do livro, para o final, tudo foi muito corrido, escrito as pressas, como se jogassem palavras em uma folha e chamassem de poema. Além de o final ter me decepcionado um pouco.


XOXO -Carol