quinta-feira, 10 de julho de 2014

Resenha: A Garota do Penhasco by Lucinda Riley

 Sinopse: A Garota do Penhasco é um romance que enreda o leitor através de vários fios: a história de Grania Ryan e sua querida Aurora Devonshire, a garota do penhasco, nos fala sobre mudança de vida. A história das famílias Ryan e Lisle é um lindo conto sobre um século de mal-entendidos e rancor entre inimigos que se acreditam enganados por falcatruas financeiras. O caso de amor entre Grania Ryan e Lawrence Lisle comove por sua delicadeza e força vertiginosa que culmina em imensa tristeza. Mas, sobretudo, A Garota do Penhasco é um livro que mostra como é possível encontrar uma finalidade, um propósito, quando todas as esperanças parecem perdidas. 





 A trama fala sobre as famílias Ryan e Lisle que há gerações vivem uma relação de ódio, tristeza e mistérios. Será que com essa nova geração esse rancor será quebrado e transformado em uma bela história?
 O livro começa contando a história de Grania Ryan, uma bem sucedida escultora,  que acabou de fugir de Nova York e foi para sua terra natal, Irlanda, pois estava muito chateada não só com seu noivo,Matt, mas também pois acabara de perder seu bebê.
 Em um dia qualquer, Grania conhece uma linda menina ruiva de uns 8 ou 9 anos chamada Aurora, quando estava em um penhasco ali perto. A partir desse momento, o instinto maternal de Grania fala mais alto. As duas começam uma amizade, e com isso Grania acaba conhecendo o pai de Aurora com quem acaba se envolvendo no desenrolar da história.
 Sua aproximação com a família Lisle acaba preocupando sua mãe, Kathleen, que não é a favor. Por traz dessa preocupação de Kathleen, muitas histórias do passado estão envolvidas  e todas envolvendo os Lisle e os Ryan, que mais tarde, Grania teria que ouvi-las.
 A Garota do Penhasco é narrado em terceira pessoa, mesmo que entre alguns capítulos possui a intervenção de Aurora.
 Um livro inspirador e original que fala sobre superação e amor, que conseguiu atravessar barreiras. Um romance envolvente que não vai te deixar sair mesmo com suas 523 páginas, além disso sua capa que representa bem a história do livro.
  
"Deram-me o nome de uma princesa de um famoso conto de fadas. Talvez seja esse o motivo de eu sempre ter acreditado em magia. E à medida que fui ficando mais velha, compreendi que um conto de fadas é uma alegoria sobre a grande dança da vida de que todos participamos, desde o instante em que nascemos"- A Garota do Penhasco (pág. 08)

                XOXO-Gabriela