quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Crônicas


Que amor é esse?

Que amor é esse que mal cabe no meu peito? Um amor que me completa e me transborda, mas não sufoca. Esse amor que faz eu me sentir protegida, mesmo quando você está longe. O mesmo amor que me traz imensa alegria ao te ver. O sentimento que me dá esperança em meio à escuridão.
Quão grande é esse amor que me eleva ao estado mais divino? É um amor que me faz querer gritar e mostrar ao mundo todo o que sinto, sem medo. É aquele que traz as famosas borboletas quando sinto seu toque sobre minha pele. Que me dá liberdade de dizer que sou sua, tão somente sua. 

Juliana Cardoso.