segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Resenha: O Teorema Katherine by John Green

 Faz um tempo que não posto uma resenha porque estava viajando então estava meio sem tempo e também não tinha um computador pra poder postar de qualquer jeito, mas agora vou postar mais uma resenha :)


***




Sinopse: Após seu mais recente e traumático pé na bunda - o décimo nono de sua ainda jovem vida, todos perpetrados por namoradas de nome Katherine - Colin Singleton resolve cair na estrada. Dirigindo o Rabecão de Satã, com seu caderninho de anotações no bolso e o melhor amigo no carona, o ex-criança prodígio, viciado em anagramas e PhD em levar o fora, descobre sua verdadeira missão: elaborar e comprovar o Teorema Fundamental da Previsibilidade das Katherines, que tornará possível antever, através da linguagem universal da matemática, o desfecho de qualquer relacionamento antes mesmo que as duas pessoas se conheçam.
Uma descoberta que vai entrar para a história, vai vingar séculos de injusta vantagem entre Terminantes e Terminados e, enfim, elevará Colin Singleton diretamente ao distinto posto de gênio da humanidade. Também, é claro, vai ajudá-lo a reconquistar sua garota. Ou, pelo menos, é isso o que ele espera.

 Bom, eu li O Teorema Katherine faz e tempinho e eu gostei bastante. Muita gente fala que o livro é chato e entediante, mas isso vai de pessoas pra pessoa. É uma relação de amor e ódio haha. Essde livro, mesmo eu tendo gostado, não é o meu preferido do John Green, que n caso é Quem é Você, Alaska?.
 A história começa basicamente falando sobre Colin, um garoto prodígio, que sempre quis ter seu momento "Eureca", ou seja, um momento genial, e também fala o começo do seu envolvimento com as Katherines. Na verdade, não é que ele procurava por elas, ele simplesmente se apaixonava por toda garota chamada Katherine. Era como uma história que se repetia, ele gostava dela, ela gostava dele e no final, ela sempre terminava com ele. 
 Mas depois de namorar e levar o fora de 19 Katherines ele decide sair com seu melhor amigo, sem um destino certo, para tentar esquecê-la.
 Depois de algumas horas dentro do Rabecão de Satã, eles acabam indo para uma minuscula cidade chamada Gutshot onde eles param para ver onde o Arquiduque Francisco Ferdinando está enterrado. Lá eles conhecem Lindsey Lee Wells, uma garota que trabalhava na lojinha ali perto e que também era a guia para o túmulo do Arquiduque. Nessa mesma caminhada para er o túmulo, Colin acaba tropeçando e batendo a cabeça em uma pedra, para muitos isso seria uma coisa ruim, mas para ele foi ótimo, porque ali, caído no chão, ele teve seu primeiro momento Eureca.
 Colin e Hassan, seu melhor amigo, arranjam um emprego e ficam hospedados da casa de Lindsey, e lá Colin tenta melhorar seu teorema que consiste basicamente em prever como cada relação vai acontecer. Lindsey acaba ficando interessada e acaba ajudando Colin a resolver e concluir o teorema. 
 Quando o teorema estava praticamente pronto, algo dá errado. Um de seus relacionamentos com uma das Katherines não consegue ser explicado. Porém, ele logo descobre que na verdade Colin havia terminado com uma delas e não o contrário. Se fosse só isso seu teorema seria perfeito, porém ele só serviria para comprovar o passado, pois o futuro é indeterminável.



A história é basicamente essa, então espero que tenham gostado e que se vocês forem ler o livro eu recomendo não parar na metade por achar ele meio chato haha. Por hoje é só :)


XOXO-Gabriela