sábado, 29 de novembro de 2014

Resenha Fangirl by Rainbow Rowell




  Oi gente :) Depois de uma semana e alguns dias, aqui estou eu. Só queria dizer que... EU ESTOU DE FÉRIAS! O.K mas agora vai, vou começar a colocar em dia as resenhas e notícias, e claro, a BLC#3.

  Eu e a Gabriela estamos planejando um desafio, para a segunda semana de dezembro, tendo duração de uma semana. Vai funcionar da seguinte forma: Em uma semana iremos ler um livro por dia, e fazer a resenha dele. Caso uma de nós, ou nós duas não cumprirmos o prazo para a leitura do livro e entrega da resenha, iremos gravar um vídeo, levando tortada na cara.
  
  Ainda não selecionamos os livros a serem lidos e nem o nome exato do desafio, então isso é o máximo que posso adiantar para vocês. Antes de começar a resenha, gostaria de saber como foi/está sendo a Black Friday, comentem o que compraram, ou o que pretendem comprar e os sites com melhores descontos :)


Sinopse: Cath é fã da série de livros Simon Snow. Ok. Todo mundo é fã de Simon Snow, mas para Cath, ser fã é sua vida – e ela é realmente boa nisso. Vive lendo e relendo a série; está sempre antenada aos fóruns; escreve uma fanfic de sucesso; e até se veste igual aos personagens na estreia de cada filme. Diferente de sua irmã gêmea, Wren, que ao crescer deixou o fandom de lado, Cath simplesmente não consegue se desapegar. Ela não quer isso. Em sua fanfiction, um verdadeiro refúgio, Cath sempre sabe exatamente o que dizer, e pode escrever um romance muito mais intenso do que qualquer coisa que já experimentou na vida real. Mas agora que as duas estão indo para a faculdade, e Wren diz que não a quer como companheira de quarto, Cath se vê sozinha e completamente fora de sua zona de conforto. Uma nova realidade pode parecer assustadora para uma garota demasiadamente tímida. Mas ela terá de decidir se finalmente está preparada para abrir seu coração para novas pessoas e novas experiências. Será que Cath está pronta para começar a viver sua própria vida? Escrever suas próprias histórias?


  Fangirl é o segundo romance de Rainbow Rowell publicado no Brasil, o primeiro, não sei se sabem, mas foi Eleanor and Park, que temos resenha aqui no blog, uma das primeiras resenhas. Fangirl não segue totalmente o mesmo estilo de Elenor and Park, em parte sim, em parte não.

  O livro me pegou de surpresa, comprei na bienal de SP, estava passando pelo estande da Novo Conceito quando o vi. A primeira coisa que vi foi "Rainbow Rowell", então acabei ficando UMA HORA na fila do caixa.

  Queria descobrir o nome da designer que faz as capas dos livros da Rainbow, porque meu Deus, são lindas!

  Fangirl contará a história de Cath, que acabou de entrar na faculdade, ou seja, adeus ensino médio. 
  
  Cath tem uma irmã gêmea, que no ponto de vista dela não é uma coisa considerada "horrível", mas a irmã não pensa o mesmo, as pessoas costumavam vê-las como uma só, eram confundidas até pelos amigos mais próximos, eram como um combo, se a irmã fosse em uma festa, Cath ia também.  

  Mas a gêmea queria conhecer pessoas novas, afinal eram completamente estranhas na universidade, era a chance para que vissem cada uma delas individualmente, e não como uma só. Cath se sentia como se tivesse acabado de levar um fora, não entendia porque a irmã queria conhecer gente nova, e queria que ela fizesse o mesmo. Preferia continuar sendo a "magicath" e escrevendo e reescrevendo as aventuras de Simon Snow.

  Cath teria que deixar um pouco de lado as fanfics, e a vida de Simon Snow e começar a viver sua própria, mas ela estaria pronta para isso? E porque o namorado de sua colega de quarto ficava tanto no pé dela, já não era suficiente ele comer suas barrinhas de proteína sem sua permissão?!


  Não vou dizer que foi um livro incrível nem nada, porque não achei isso, a narrativa foi um pouco fraca e as preocupações de Cath eram imaturas para sua idade, a personagem não foi bem trabalhada, de modo que ficou um pouco "sem sal".

  Mas apesar disso o livro tratou de uma faze de transição de maneira bem satisfatória, porém não da maneira esperada para idade dos personagens, seria mais adequado se ao invés de uma universidade, estarem entrando no ensino médio, então as decisões precipitadas de Cath fariam mais sentido.

  Não foi um livro ruim, de jeito nenhum, claro que ele me prendeu a história, mas faltou coerência na maior parte dele, em algumas horas não fazia sentido algum, se eu lesse há dois anos atrás talvez me identificasse mais com os personagens ou com a história.

  De todos os personagens o que mais me identifiquei foi o Levi, apesar de não ter muitos que se adequam ao meu estilo, Levi era o mais divertido, que não tinha pensamentos extremamente infantis e bobos. Minha nota para o livro é ***, porque sei que Rainbow Rowell pode escrever coisas muito melhores que Fangirl.

XOXO - Carol